Arte Nova

No centro de Aveiro, em torno do Rossio e das casas onde pode provar os deliciosos ovos moles, reúne-se um conjunto de interessantes edifícios Arte Nova.

No início do século XX, com o regresso a Aveiro dos emigrantes enriquecidos no Brasil, os edifícios adquirem as primeiras evidências de inspiração Arte Nova. Na cidade, este novo estilo baseado na corrente que florescia na Europa na viragem do século manifestou-se sobretudo nos elementos decorativos das fachadas, convivendo com uma visão conservadora dos restantes aspectos exteriores e interiores dos edifícios. A principal inovação do movimento Arte Nova de Aveiro reside na introdução dos motivos característicos daquele estilo num suporte tão tradicionalmente português como o azulejo, frequentemente utilizado por mestres como Licínio Pinto e Francisco Pereira.

No centro de Aveiro

É no centro de Aveiro, em torno do Rossio e das casas onde pode provar os deliciosos ovos moles, que se reúne um conjunto de interessantes edifícios Arte Nova. As fachadas, onde não são raros os elementos em ferro forjado e a pedra lavrada, desdobram-se em arcadas e bow-windows. A decoração percorre colunas, contorna janelas e portas e emoldura óculos e painéis de azulejo. Se é apaixonado pela Arte Nova e quer explorar o melhor do turismo em Aveiro, não deixe de experimentar o Programa Museu da Cidade de Aveiro, que inclui visitas quer ao núcleo museológico Museu Arte Nova quer a um dos restantes núcleos museológicos do Museu da Cidade, podendo ainda usufruir de um passeio na Ria de Aveiro.

Return to the top