Berlengas

A Berlenga, as Estelas e os ilhéus adjacentes foram consideradas Reserva Natural da Berlenga em 03 de Setembro de 1981. Localizado a 5,7 milhas de distância do Cabo Carvoeiro, o arquipélago das Berlengas é composto por 3 grupos de ilhéus: Berlenga Grande, e recifes adjacentes, Estelas e Farilhões-Forcadas, todas de natureza geológica diferente da costa

A Berlenga, as Estelas e os ilhéus adjacentes foram consideradas Reserva Natural da Berlenga em 03 de Setembro de 1981. Localizado a 5,7 milhas de distância do Cabo Carvoeiro, o arquipélago das Berlengas é composto por 3 grupos de ilhéus: Berlenga Grande, e recifes adjacentes, Estelas e Farilhões-Forcadas, todas de natureza geológica diferente da costa portuguesa. A Berlenga Grande, ilha principal, tem cerca de 1500 metros de comprimento por 800 metros de largura e 85 metros de altura. Possuí um clima que é influenciado por dois tipos de influências climáticas: a atlântica e a mediterrânea, o que fazem deste arquipélago um ecossistema único no mundo. A riqueza destas águas em peixes e mamíferos marinhos, plantas marinhas e outros organismos marinhos, levou à sua classificação como Reserva Marinha. O arquipélago das Berlengas constitui um verdadeiro monumento geológico, registo importante da história da Terra e da formação dos continentes e oceanos.

Grutas e mundos de sonho
O Furado Grande, a gruta mais impressionante da Berlenga Atravessa toda a ilha: é como se fosse um túnel natural de 70 metros de comprimento por mais de 20 de altura para se chegar à Cova do Sonho e ao Furado Pequeno onde só se chega a pé quando a maré está baixa. São dezenas de grutas para explorar em toda a ilha, muitas delas submersas, só acessíveis pelo mergulho

Flora
Algumas das espécies de flora presentes no arquipélago das Berlengas são únicas na Terra (espécies endémicas da Berlenga), outras, têm distribuição muito restrita. A quase ausência de espécies arbóreas explica-se pela dificuldade de instalação, devido à falta de solo e aos ventos fortes carregados de sal.

Fauna
Dependendo as aves marinhas do sustento que o mar lhes fornece, facilmente se compreende a importância deste arquipélago. No mar buscam o alimento e na ilha encontram o refúgio ideal para a reprodução.

Os Homens e os Deuses
A ilha da Berlenga Grande foi ocupada no ano de 1513, por uma comunidade de monges da Ordem de S. Jerónimo que ali fundaram o Mosteiro da Misericórdia da Berlenga, para auxílio aos náufragos, e que lhes serviu de retiro durante 35 anos. Durante esse período, a tranquilidade e isolamento procurados pelos monges foram muitas vezes violentamente interrompidos pelos ataques dos corsários, que saqueavam o convento e capturavam os monges para com eles abastecerem o mercado de escravos do norte de África, facto que acabou por afastar os frades do arquipélago. Depois do abandono, o mosteiro da Berlenga caiu em ruínas, dele restando apenas alguns muros e pedras soltas.

O Farol das Berlengas
No ponto mais alto da ilha ergue-se o farol do Duque de Bragança ou farol da Berlenga, construído em 1840. Alimentado de início por combustíveis líquidos. primeiro azeite e depois petróleo, foi eletrificado em 1926. Desde 1985 que é automático e, a partir de 2001, funciona com energia solar. O farol ainda mantém a presença de faroleiros. Em boas condições atmosféricas, a sua luz é visível a grande distância. Com cerca de 29 metros de altura e 265 degraus para os atingir.

Fortaleza de S. João Baptista
Sendo a ilha, pela sua localização, um excelente posto de defesa do território português, a fortaleza de S. João Baptista foi mandada erguer pelo rei D. João IV como posto de defesa do território português. Depois de durante quase dois séculos o forte estar envolvido em inúmeras estratégias militares, em 1847 acabou por ser abandonado. Em meados do século passado foi restaurado e reconvertido. É hoje um dos locais de alojamento da ilha com 20 quartos.

Visitas
22 de Maio a 15 de Setembro
Viamar – Sociedade de Viagens Peniche – Berlenga, Lda (Office)
Travessa Nossa Senhora da Conceição, n.º29
2520 – 518 – Peniche Portugal
Phone.: +351 262 785 646

Bilhetes e embarque
Largo da Ribeira Velha (Marina de Peniche) nº 2
2520 Peniche
Portugal

Ticketing and boarding
Largo da Ribeira Velha (Marina de Peniche) nº 2
2 520 - 000 Peniche

Return to the top