Casa do Passal

A Casa do Passal pertenceu a Aristides de Sousa Mendes, Justo entre as Nações, que salvou milhares de pessoas do horror da perseguição nazi, concedendo-lhes vistos, perante um Portugal neutral, e assim desafiando as ordens do seu governo.   Por esse acto de desobediência, Sousa Mendes pagou um preço muito elevado e a sua casa

A Casa do Passal pertenceu a Aristides de Sousa Mendes, Justo entre as Nações, que salvou milhares de pessoas do horror da perseguição nazi, concedendo-lhes vistos, perante um Portugal neutral, e assim desafiando as ordens do seu governo.  

Por esse acto de desobediência, Sousa Mendes pagou um preço muito elevado e a sua casa abandonada e em ruínas foi durante décadas um símbolo dessa injustiça.

Hoje em dia, a Casa do Passal foi classificada Monumento Nacional e foi-lhe dado um novo alento, graças à visão dos governantes Pedro Saraiva e Celeste Amaro e a milhares de pessoas de todo o mundo que deram o seu apoio desde o primenrio instante !

Finalmente, a Fénix renasce das cinzas e o sonho torna-se realidade !

Casa do Passal
Avenida do Cristo-Rei, 23
Cabanas de Viriato
3430-618 Carregal do Sal

Return to the top