Museu de Arte Sacra

Para além da monumental arquitectura e das obras expostas à devoção no interior, a Catedral de Viseu alberga, no andar superior, o Museu de Arte Sacra.

Para além da monumental arquitectura e das obras expostas à devoção no interior, a Catedral de Viseu alberga, no andar superior, o Museu de Arte Sacra. Constituído pelo antigo tesouro da Sé, este museu exibe colecções de imagens, paramentos litúrgicos, alfaias de culto, livros de coro e mobiliário. Entre as valiosas peças que integram a colecção destacam-se dois cofres-relicários do século XIII em cobre esmaltado da Escola de Limoges, peças únicas em Portugal, e uma custódia lavrada em 1533, que pertenceu ao famoso bispo e humanista D. Miguel da Silva e é uma das peças mais valiosas de arte sacra portuguesa.

Seis pormenores que não pode deixar de apreciar na Sé de Viseu:

  • A capela-mor do século XVII, desenhada por frei João Turriano, que alberga um retábulo barroco de 1731; este substituiu o retábulo quinhentista cujas pinturas se encontram actualmente expostas no Museu Grão Vasco;
  • O magnífico claustro de linhas clássicas, que convida à meditação;
  • A Capela dos Santos Brancos, com um admirável retábulo quinhentista em pedra de Ançã e uma Pietá do mestre João de Ruão;
  • A capela quatrocentista do Calvário;
  • Os painéis de azulejos com episódios da vida de S. Teotónio nas galerias do claustro;
  • As salas capitulares, do segundo piso do claustro, com magníficos tetos mudéjares apainelados e azulejos do século XVIII, executados por Manuel da Silva.

Adro da Sé3500-195 Viseu

Return to the top