Ourém

Mais ancestral do que Portugal, a vila medieval de Ourém é uma verdadeira jóia preciosa que irá decerto fasciná-lo, com o seu rico património histórico e a sua beleza inigualável. Longe das multidões de turistas.

A vila medieval situa-se  no cimo de colina, rodeada por uma muralha. As suas ruas serpenteantes estão repletas de edifícios que combinam diversos estilos arquitectónicos e casas brancas com flores, seduzindo os visitantes com o seu charme ímpar.

Eis os grandes destaques que não poderá perder:

  • Castelo de Ourém – o local onde se ergue, hoje em dia, o Castelo de Ourém foi habitado desde tempos pré-históricos. A sua fundação data dos primórdios da nação portuguesa, no século XII.
  • O Paço do Conde – esta casa senhorial foi erigida pelo 4º Conde de Ourém, D. Afonso, no séc. XIV. Um exemplo único em Portugal, este monumento nacional é um símbolo de poderio militar e económico.
  • As ruas da vila medieval de Ourém – com as suas casas brancas repletas de flores e diversos miradouros, que oferecem uma vista fenomenal sobre a paisagem natural envolvente. Uma verdadeira viagem no tempo!
  • Os vestígios da antiga Sinagoga – consistindo em dois arcos ogivais num edifício em ruínas que se acredita ter sido a ancestral Sinagoga de Ourém, destruída pelo terramoto de 1755.
  • A Igreja de Nossa Senhora da Misericórdia – fundada em 1445 por D. Afonso, este templo é muito semelhante à Sinagoga de Tomar. Foi provavelmente contruído pelo mesmo arquitecto. O facto de D. Afonso ter vivido em Tomar explica a semelhança.

Ourém continua a ser uma águia imperial a voar sobre o vale da ribeira de Seiça.

Return to the top