Passeio dos Cónegos

O claustro superior da catedral de Viseu dá acesso a um pano de muralha encimado por um alpendre com colunata, conhecido pelo Passeio dos Cónegos, uma estrutura que, a par da Igreja da Misericórdia e do Paço dos Três Escalões, emoldura o Adro da Sé.

O claustro superior da catedral de Viseu dá acesso a um pano de muralha encimado por um alpendre com colunata, conhecido pelo Passeio dos Cónegos, uma estrutura que, a par da Igreja da Misericórdia e do Paço dos Três Escalões, emoldura o Adro da Sé. Com traços arquitectónicos de inspiração italiana, o Passeio dos Cónegos é atribuído a Francesco da Cremona, o arquitecto italiano que trabalhou em exclusivo para o bispo humanista D. Miguel da Silva.

Return to the top