Sortelha

Implantada num maciço granítico junto à Serra de Opa, Sortelha é um pequeno povoado que manteve a sua traça medieval.

Implantada num maciço granítico junto à Serra de Opa, Sortelha é um pequeno povoado que manteve a sua traça medieval. As casas, cercadas pelas muralhas do imponente castelo, acompanham a irregularidade do terreno. O local onde está estabelecida, cuja disposição de difícil acesso facilitava a defesa face a ataques inimigos, sempre mostrou evidentes vantagens estratégicas militares, pelo que foi sucessivamente ocupada desde o Neolítico.

À primeira povoação castreja seguiram-se as ocupações romana, visigoda e muçulmana, até que depois da Reconquista Cristã a proximidade de Sortelha com o vizinho reino de Castela se revelou fundamental para que D. Sancho I incentivasse o seu repovoamento. D. Sancho II, que em 1228 lhe outorgou foral, mandou edificar o castelo no topo de um impressionante levantamento granítico. Mais tarde, a torre de menagem e a alcáçova foram reforçadas pelas muralhas ovais que ainda hoje protegem o casario da vila, construídas possivelmente por ordem de D. Dinis. O venturoso rei D. Manuel renovou o foral e mandou construir um pelourinho no sopé da fortificação, na mesma época em que a povoação lentamente se expandia para fora das muralhas.

Sortelha mantém o seu legado medieval, o casario que se espraia como um regular anfiteatro de granito aninhado entre as muralhas, à sombra da silhueta altiva da torre de menagem, memória das estórias da primeira história de Portugal.

Em Sortelha, não deixe de visitar:

  • O castelo e a cintura de muralhas
  • Os Passos de Via Sacra
  • A igreja matriz, dedicada a Nossa Senhora das Neves
  • As capelas de São Sebastião e de Santiago
  • O antigo Hospital da Misericórdia e a Igreja da Misericórdia
  • Os inúmeros solares e casas senhoriais existentes por toda a povoação
  • “Pedra do Beijo” e “Cabeça da Velha”, dois penedos graníticos com formas invulgares
Return to the top