A Alta e a Universidade de Coimbra

A Universidade de Coimbra, a Alta e a Sofia foram classificadas Património da Humanidade pela UNESCO. Coimbra torna-se, assim, o 15º local em Portugal, classificado como Património da Humanidade pela UNESCO.

A Universidade de Coimbra, a Alta e a Sofia foram classificadas Património da Humanidade pela UNESCO. Nas palavras do Reitor da prestigiada Universidade de Coimbra, João Gabriel Silva:”a decisão da UNESCO sublinha o valor universal da cultura e da língua portuguesas, assim como o papel determinante de Portugal na formação do mundo, como o conhecemos.” Coimbra torna-se, assim, o 15º local em Portugal, classificado como Património da Humanidade pela UNESCO.
Situada numa colina com vista para a cidade, a Universidade de Coimbra, com suas faculdades cresceu e evoluiu ao longo de mais de sete séculos dentro da cidade velha. Edifícios universitários notáveis ​​incluem a catedral de Santa Cruz do século XII e um número de faculdades do século XVI, o Paço Real da Alcáçova, que passou a abrigar a Universidade desde 1537, a Biblioteca Joanina, com a sua rica decoração barroca, o Jardim Botânico e a Imprensa da Universidade do século XVIII, bem como a grande “Cidade Universitária”, criado na década de 1940.

Os edifícios da Universidade tornaram-se uma referência no desenvolvimento de outras instituições de ensino superior em todo o mundo da língua portuguesa, onde também exerceram uma grande influência na aprendizagem e na literatura. Coimbra oferece um excelente exemplo de uma cidade universitária integrada, com uma tipologia urbana específica, bem como as suas próprias tradições cerimoniais e culturais que foram mantidos vivas através dos tempos.

Return to the top