Rota Bordalliana

Na cidade das Caldas da Rainha, foram produzidas peças gigantes para integrar uma rota cultural dedicada a Bordallo Pinheiro, num projecto da autoria da Câmara Municipal das Caldas da Rainha. Uma rã de 1,4 metros, na rotunda da Av. 1.º de Maio, em frente à estação de comboios, foi a peça inaugural da Rota Bordalliana que arrancou

Na cidade das Caldas da Rainha, foram produzidas peças gigantes para integrar uma rota cultural dedicada a Bordallo Pinheiro, num projecto da autoria da Câmara Municipal das Caldas da Rainha.
Uma rã de 1,4 metros, na rotunda da Av. 1.º de Maio, em frente à estação de comboios, foi a peça inaugural da Rota Bordalliana que arrancou a 17 de Outubro de 2015 e que poderá vir a incluir mais peças.

Quando Bordallo Pinheiro se deslocava para as Caldas da Rainha, fazia-o de comboio, entrando na cidade precisamente naquele local, daí este ser o primeiro ponto da Rota.

O conhecido Zé Povinho, a Saloia, o Padre Cura, rãs, gatos, sardões, caracóis, folhas de couve, entre outros elementos característicos da estética Bordalliana foram espalhados pelas ruas da cidade, em fachadas de prédios e até penduradas em árvores!

Percurso longo e curto
Pensada para ser percorrida a pé, a Rota Bordaliana oferece um percurso mais longo, que demora aproxidamente duas horas a ser percorrido: começa no Largo da Estação, passando por vários pontos turísticos, relacionados com o artista e com o seu trabalho.

Fazem parte desta proposta edifícios com painéis e fachadas de azulejo, ver peças toponímicas únicas, peças à escala humana e ler sobre episódios da vida de Rafael Bordalo Pinheiro, vivendo, assim, um pouco da história da cidade, terminando na Fábrica de Faianças e Casa Museu Rafael Bordalo Pinheiro.

Na rota mais curta, com duração de cerca de uma hora, os locais indicados são só os que têm as peças cerâmicas de grande escala. Este percurso termina igualmente na Fábrica de Faianças Bordalo Pinheiro.

Os visitantes poderão percorrer os vários pontos a partir de orientações da aplicação instalada no telemóvel, a CityGuide Caldas da Rainha.

Pontos / Localização com peças à escala humana:
1. Largo de Estação/Rotunda da Avenida 1º Maio – Rã boca aberta grande; Rã gigante sentada; Palmatória nenúfar; Azulejo rãs pequeno c/ nenúfar;
2. Avenida da Independência/ Em cima do Quiosque – Abelha;
3. Rua Padre Emílio/Hemiciclo João Paulo II – Padre (coberto);
4. Praça 25 de Abril – Zé Povinho (coberto);
5. Praça 5 de Outubro / Em cima do Quiosque – Lobo s/ peanha;
6. Rua Sebastião de Lima – Gato a caçar;
7. Rua Dr.Leão Azedo/Fachada da Rodotejo – Gato assanhado ; 60 andorinhas Pretas e Brancas;
8. Rua Almirante Cândido dos Reis/ Edifício da Junta de Freguesia Nª Sra. Do Pópulo – Folha de Couve;
9. Rua Doutor Leonel Sotto Mayor / Edifício do CCC – Ama das Caldas (coberto);
10. Rua Capitão Filipe de Sousa/Edifício da Loja da Reabilitação Urbana – 1 Sardão;
11. Edifício da Loja do Turismo (interior) : 4 Sardões;
12. Loja do Turismo (exterior): Polícia; Sardão; 2 Caracóis;
13. Topo da Praça da República / área verde – 2 grupos de cogumelos; 2 tartarugas;1 sardão;
14. Largo José Barbosa – Saloia (coberto);
15.Parque D. Carlos I – Macacos pendurados na “aldeia dos macacos”.

Return to the top