A região do Centro de Portugal é famosa pela sua extrema diversidade. E o mesmo se aplica aos vinhos. Há 5 regiões vinícolas na região, designadamente: Dão, Bairrada, Beira Interior, Tejo e Lisboa. Vinhos de excelência que vão ao encontro dos gostos mais exigentes, espaços de modernidade e os pontos de degustação mais inacreditáveis. Assim como vistas deslumbrantes sobre a vastidão das vinhas, banhadas pelo sol e pela brisa do Atlântico.

Saiba tudo sobre os vinhos do Centro de Portugal

Entre os dias 23 e 25 de outubro, todo o Brasil vai poder curtir a 7ª edição do Vinhos de Portugal.
Serão 3 dias de lives com 62 dos melhores produtores portugueses, 11 provas com críticos brasileiros e portugueses, incluindo o único Master of Wine de língua portuguesa, e 4 provas especiais com a presença do produtor.
No Rio Janeiro e em São Paulo (capitais), os participantes terão a opção de receber vinhos em casa. Garanta logo seu ingresso!

Saiba mais

Região Demarcada do Dão

Paço dos Cunhas

Instalado num belo edifício setecentista, o Paço dos Cunhas (a 16km de Viseu) foi recuperado pela Global Wines, convertendo-se numa das mais prestigiadas unidades de enoturismo, a nível nacional. O projecto de recuperação do edifício tem a assinatura do arquitecto Pedro Mateus. Aqui encontrará o equilíbrio perfeito entre tradição e modernidade, num ambiente pleno de conforto. O Paço dos Cunhas de Santar organiza regularmente workshops sobre vinhos, showcooking e visitas às caves da Casa de Santar.

Quinta da Taboadella

A Quinta da Taboadella situa-se em Silvã de Cima, numa área que abraça 40 hectares de vinhas, entre Vale do Pereiro e Vale do Sequeiro, oferecendo uma vista deslumbrante sobre a Serra da Estrela. A adega moderna foi concebida pelo arquitecto Carlos Castanheira e consiste num exemplo de sustentabilidade ecológica mediante o recurso a materiais como a madeira e a cortiça. A Quinta da Taboadella detém os testemunhos mais ancestrais da história da vinificação na Região Demarcada do Dão, datando de 1255.

Casa da Ínsua

A Casa da Ínsua é um solar de estilo barroco construído no século XVIII por Luís de Albuquerque de Mello Pereira e Cáceres, Governador e Capitão-General de Cuibá e Mato Grosso, no Brasil. Passear nos jardins não é a única actividade a que se poderá dedicar. Pode saborear os vinhos produzidos, acompanhar o pastor durante uma manhã, assistir à produção artesanal de Queijo Serra da Estrela e compotas, colaborar em actividades da quinta, tal como, aproveitar a piscina exterior na época de maior calor.

Bairrada

Quinta do Encontro

Nasceu um novo espaço vinícola na Bairrada, a Quinta do Encontro, aliando a arquitectura de design e o culto do vinho. Esta adega de design é um projecto da Global Wines. A Quinta do Encontro é da autoria do arquitecto Pedro Mateus, sendo constituída por um espaço gastronómico, uma loja, um espaço de convívio, uma adega de vinificação e um espaço multiusos. Localiza-se a 30 km de Coimbra, a 40 km de Aveiro e a 3,5 km de Curia.

Região de Lisboa

Quinta do Sanguinhal

Com as uvas da Quinta do Sanguinhal produzem-se os vinhos Quinta do Sanguinhal DOC Óbidos, bem como os IG Lisboa Sôttal branco Leve e os Sanguinhal varietais. É na Quinta do Sanguinhal, que atualmente a família Pereira da Fonseca recebe quem quer conhecer o seu património único, dando ainda a provar os seus vinhos a milhares de visitantes por ano.

Quinta do Gradil

Não muito distante da Serra de Montejunto, a 50 km de Lisboa, entre Vilar e Martim Joanes, está situada a Quinta do Gradil. Uma das mais antigas, senão a mais antiga, herdade do concelho do Cadaval, uma propriedade que ainda fez parte do legado do Marquês de Pombal, a Quinta do Gradil tem uma forte tradição vitivinícola que se prolonga desde há séculos. A propriedade é composta por uma Capela nobre ornamentada por um torreão artisticamente decorado, um núcleo habitacional, uma adega e uma área agrícola de 120 hectares ocupados com produções vinícolas.